Candidatos afirmam que prova do concurso da PM vazou dois dias antes

-

O possível vazamento de questões da prova de português do concurso da Polícia Militar do Piauí, além da negociação do gabarito do exame, estão revoltando candidatos que se prepararam para o certame. O secretário de segurança, Fábio Abreu, disse que “todas as informações repassadas serão apuradas”.

De acordo com o portal Cidadeverde.com alguns candidatos tiveram acesso às questões da prova dois dias antes do exame.

“O vazamento é um fato”, disse uma candidata. A jovem, que prefere não ser identificada, disse que viu uma concorrente ser retirada da sala de aplicação porque escondia um suposto gabarito em um pacote de biscoito. Ela e outros candidatos presenciaram ainda um concorrente que dormiu sobre a prova.

“Uma pessoa que estuda, que faz um concurso desses e responde com seus conhecimentos, não dorme. O que soubemos foi de gente que recebeu o gabarito na sexta-feira [19] e passou o sábado inteiro decorando, chegou na hora da prova, respondeu rapidamente e dormiu. Eu presenciei isso”, informou.

Ela fala também sobre o relato de colegas, de que o gabarito estava sendo negociado por R$ 7 mil. As questões às quais teve acesso dias antes, de fato coincidiram com as que encontrou na prova.

“Era como uma xerox, as questões eram as mesmas. Nós recebemos como se fosse uma revisão para a prova, por isso ninguém acreditou que fosse mesmo um vazamento. Mas as questões eram iguais. Nós que estudamos, fizemos cursinho, sabemos que não tem como um preparatório se antecipar dessa forma”, relatou.

Um outro candidato – que também não quis ser identificado – demonstra indignação. Ele conta que abandonou o emprego há cerca de um ano, somente para se dedicar ao certame.

“Uma tremenda falta de vergonha da Nucepe. A gente estuda todos os dias pra chegar lá e ser anulada por falta de responsabilidade. Essa prova deve ser cancelada imediatamente”, disse o candidato acrescentando ainda que três questões do concurso eram idênticas às recebidas dias antes da prova.

O suposto vazamento das questões está viralizando por meio de mensagens no WhatsApp onde aparecem conversas de candidatos e até mesmo fotos da suposta prova.

Secretaria de Segurança vai apurar

O secretário Fábio Abreu falou ao Cidadeverde.com e disse que todas as informações repassadas à polícia ou à SSP/PI serão devidamente apuradas.

“Por enquanto só soubemos de mensagens e prints de WhatsApp, ainda não confirmamos vazamentos, mas tudo vai ser investigado. Por enquanto, só temos candidatos conduzidos, não há ninguém da banca examinadora. O vazamento não é certeza ainda”, declarou.

Na tarde de hoje, Fábio Abreu disse ainda que oito pessoas foram conduzidas ao Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) por suspeita de tentativa de fraude.

Segundo o comandante geral da PM/PI, coronel Carlos Augusto Gomes, foram flagradas pessoas com celulares nas partes íntimas – o porte do aparelho estava proibido dentro dos centros de aplicações de provas -, ponto eletrônico e possível gabarito do exame.

Nucepe

Pedro Júnior, presidente no Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe), informou que está acompanhando todos os procedimentos da polícia.

“O Greco acompanhou a aplicação das provas e flagrou candidatos com celulares. O Nucepe é parceiro no combate a fraudes. Tudo está sob investigação do Greco. Estamos lutando com bandidos”, disse Júnior.

Cidadeverde.com